Voltar
Homem que dormia em sótão de hospital de Carazinho era paciente, diz instituição
Quinta, 30 de Junho de 2022 às 14:00
Segundo a instituição, um homem de 25 anos deu entrada no hospital para realização de um raio-X decorrente a uma dor forte no ombro
A direção do Hospital de Caridade (HCC) de Carazinho divulgou uma nota a respeito do homem que foi localizado numa área do sótão da casa de saúde na madrugada de terça-feira. Segundo a instituição, um homem de 25 anos deu entrada no hospital para realização de um raio-X decorrente a uma dor forte no ombro. Ao ser encaminhado para o local da realização do exame, por volta das 18h de segunda-feira, o mesmo não foi mais visto. Por volta das 21h, a equipe administrativa da instituição foi acionada, pois haveria barulhos no sótão do prédio e, neste momento, a Brigada Militar foi acionada para verificação, mas nada foi encontrado.

O HCC esclarece, ainda, que mais tarde, por volta das 23h, a equipe do setor de manutenção do hospital acabou localizando o homem em um ambiente ocioso da instituição, após o acesso ter sido arrombado. “Ele se encontrava desorientado e falando coisas desconexas. A Brigada Militar foi acionada novamente e o indivíduo foi detido”, relata o HCC.

A nota registra que o colchão encontrado no local, não foi colocado ali pelo indivíduo e já se encontrava no local para descarte. “O autor da invasão é de Carazinho, não possui passagem pela polícia e não estava com posse de drogas ou álcool no curto período que ficou no ambiente, sendo que se tratava de alguém que, possivelmente, teve um surto, mas logo foi percebido por colaboradores e comunicado a Brigada Militar”.

O hospital reitera que o indivíduo não realizou nenhum furto ou agressão a nenhum paciente ou colaborador da instituição. “O Hospital de Caridade de Carazinho, preocupado com a segurança dos colaboradores, pacientes e com aqueles que precisam estar na instituição, possui sistema de câmeras de monitoramento 24h por dia, porteiros capacitados nas suas entradas principais e uma estrutura adequada para melhor atender a todos. Nosso objetivo é cuidar de vidas e diante disso seguimos sérios critérios de segurança. Agradecemos ainda o pronto atendimento da Brigada Militar de Carazinho”, finaliza a nota.

A delegada de Polícia de Carazinho, Rita Felder de Carli, informou que deverá ouvir representantes do HCC para esclarecer o caso. O homem foi ouvido na DP na madrugada de terça-feira e depois foi liberado.
Fonte: Portal InFoco RS // Foto: Reprodução
Imagens
Comentários